cadastre-se

Cadastre seu email e receba novidades

Facebook

Notícia

Palavra de ordem: mobilização e luta

Manifestação tomando conta da Av. Paralela

Manifestação tomando conta da Av. Paralela

Os trabalhadores estaduais prosseguem com sua campanha salarial, conjugada com a mobilização nacional contra a retirada de direitos, que está em trâmite no Congresso Nacional e que faz parte do “Temeroso” projeto “uma ponte para o futuro. Por isso, ontem (6) diversos seguimentos da categoria paralisaram suas atividades e, pela manhã, fizeram uma mobilização na região do Centro Administrativo.
 
Segundo Marinalva Nunes, coordenadora da Fetrab a atividade cumpriu sua finalidade: “ocupamos bem a Avenida Paralela, dialogamos com a população, que nos apoiou”. A chegada da manifestação na Governadoria comprovou o tom que o Governador Rui Costa vem impondo aos trabalhadores. “Solicitados pela Serin [Secretaria de Relações Institucionais], formamos uma comissão representativa, mas devido à morosidade do atendimento e às indecisões, decidimos por encerrar a atividade”, completou.
 
Apesar de não ter ocorrido a abertura das negociações, o movimento demonstrou capacidade de construção da unidade e a vitalidade necessária para o enfrentamento das duras questões apontadas. 
 
A pauta do reajuste linear, congelado há 2 anos e a ofensiva nacional pelas reformas da previdenciária e trabalhista, a terceirização irrestrita e outras propostas de retirada de direitos em discussão no Congresso Nacional contra os trabalhadores só faz insuflar a categoria. Para avaliar e dar continuidade ao clima de mobilização e construir a greve geral do dia 28/04, a Fetrab convoca para o dia 18 de abril, nova sessão plenária. Palavra de ordem: mobilização e luta.
 

Deixe seu comentario:


Todos os direitos reservados à FETRAB