cadastre-se

Cadastre seu email e receba novidades

Facebook

Notícia

Trabalhadores do Judiciário baiano suspendem greve

Servidores filiados ao Sintaj

Servidores filiados ao Sintaj

Os trabalhadores do Judiciário baiano suspenderam, nesta quarta-feira (5), em assembleia geral, a greve da categoria, que já durava 16 dias. A paralisação atingia os Juizados Especiais de toda a Bahia. O expediente nas unidades judiciárias já se normaliza a partir desta quinta (6).
 
Os servidores aceitaram a proposta feita pela presidente do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA), desembargadora Maria do Socorro Santiago. A mandatária se comprometeu a implantar o pagamento da correção da tabela do Plano de Cargos e Salários (PCS) no mês de outubro e a encaminhar para a comissão de reforma o projeto elaborado pelo SINTAJ (Sindicato dos Servidores dos Serviços Auxiliares do Poder Judiciário do Estado da Bahia) que estabelece uma remuneração mínima para os servidores.

 
Apesar do fim do movimento paredista, a mesa de negociação continuará aberta para discutir outros pontos da pauta dos trabalhadores, como o pagamento do reajuste linear. A greve foi liderada pelo SINTAJ (Sindicato dos Servidores dos Serviços Auxiliares do Poder Judiciário do Estado da Bahia).

Fonte: Ascom/Sintaj
 
 
Movimento consciente
 
Para a coordenadora das Fetrab, Marinalva Nunes, “a greve demonstrou a força da categoria, que está unida e, por sua força garantiu o recuo da postura intransigente do TJ, que agora se põe a negociar. Parabenizo o Sintaj pela postura aguerrida e de consciência”.
 
 
 
 

Deixe seu comentario:


Todos os direitos reservados à FETRAB