cadastre-se

Cadastre seu email e receba novidades

Facebook

Notícia

Lula sofre ataque das classes privilegiadas, diz estudioso americano

Por: Reprodução
 
 
 
O linguista norte-americano Noam Chomsky, uma das principais referências na esquerda no mundo, acredita que a prisão do ex-presidente Lula é injusta e fruto de perseguição das elites por conta das reformas do governo petista. 
 
"O rigor da punição, além da rejeição do pedido de habeas corpus, vai muito além do crime alegado, e essa punição só pode ser interpretada como parte de um ataque generalizado das classes privilegiadas contra tudo o que o governo Lula representou. Na realidade, Lula está sendo punido pelas políticas reformistas que deram um apoio muito necessário à massa da população que é reprimida", disse o estudioso em entrevista ao jornal Folha de S.Paulo.
 
Ele ressalta, no entanto, que a esquerda precisa fazer uma autocrítica. "A esquerda deveria fazer uma autocrítica muito séria, examinar o que deu errado e pensar em todas as oportunidades que foram desperdiçadas porque sucumbiu à maldição da corrupção e a planejamentos falhos. A base social precisa ser reconstruída do zero, com participação direta de comunidades e instituições. Uma das principais tarefas é reverter as políticas atuais, que têm implicações nefastas para o futuro do Brasil. Uma esquerda revitalizada deveria propor programas que emergem da deliberação popular", completou.
 
Fonte: BNews
 

Deixe seu comentario:


Todos os direitos reservados à FETRAB