cadastre-se

Cadastre seu email e receba novidades

Facebook

Notícia

Sintest-BA participa de nova reunião na SAEB para discutir a pauta da categoria

Sintest-BA participa de nova reunião na SAEB para discutir a pauta da categoria

Sintest-BA participa de nova reunião na SAEB para discutir a pauta da categoria

Sintest-BA participa de nova reunião na SAEB para discutir a pauta da categoria

Os coordenadores Gerais do Sintest-Ba, Firmino Júlio (UNEB) e Daiana Alcântara (UEFS) estiveram na SAEB para mais uma reunião com o Superintendente de Recursos Humanos do Estado, Adriano Tambone, na manhã da última terça-feira (15). Essa é mais uma ação na busca pelo atendimento da pauta da categoria dos técnicos-administrativos.

A reunião tratou dos prazos do processo de Promoção dos servidores técnicos e analista universitários, a proposta do Governo de equiparação do salário-base ao valor do salário mínimo, processo de alteração de carga horária e aumento do vale-alimentação.

Sobre a Promoção 2017, o Sintest foi informado que no dia 8 de maio, ocorreu reunião no COPE, com aprovação de ajuste no quadro de vagas e o próximo passo será a construção do cronograma e publicação da portaria. Foi agendada nova reunião para o próximo dia 22, entre a comissão central de avaliação de desempenho, o Fórum dos Técnicos e o superintendente, a fim de acompanhar esse processo.

“A cada um real de aumento no auxílio-alimentação, o impacto é de 23 milhões. O governador já avaliou positivamente a proposta da Fetrab de conceder 12 reais no mês de maio e 15 no mês de outubro. Nesta sexta-feira (18) haverá uma reunião com o secretário da fazenda estadual, Manuel Vitório, que decidirá sobre a implantação do aumento no contracheque ainda neste mês de maio, todavia os 15 reais no mês de novembro” declarou Adriano Tambone.

Sobre o reajuste linear, não existe nenhuma perspectiva de concessão. Segundo Adriano “o custo do reajuste linear geral, se fosse dado seguindo a reposição inflacionária do ano passado, cerca de 6%, teria um impacto de entre 870 e 900 milhões, o que foge da nossa possibilidade. O déficit da previdência, é hoje o grande impactado na política de pessoal para os servidores ativos, assim, estamos trabalhando nas situações das carreiras que estão com o salário-base abaixo do mínimo, que no caso de vocês abarca os auxiliares administrativos, técnicos administrativos e técnicos universitários”.

Com relação à extensão de carga horária, a coordenadora Daiana Alcãntara (UEFS), ressaltou a grande expectativa de que fossem liberados os processos, e o superintende esclareceu que “já foi aprovado no COPE e foram avisadas as universidades sobre a necessidade de individualização dos processos. Na segunda feira (14) foi validado o despacho do secretário, está liberado. Precisamos individualizar, porque existem questões a serem analisadas, por exemplo, não será conferida extensão, a servidores próximos de se aposentar”.

Após checar informações internamente, foi verificado que os processos da Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS) e da Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC) estavam individualizados, assim, foi acordado que serão liberados nesse mês de maio e os processos da Universidade do Estado da Bahia (UNEB) e da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB) ficarão aguardando encaminhamento de seus Rh’s.

O coordenador geral do Sintest/Uneb e presidente do Fórum dos Técnicos, Firmino Júlio, avaliou como umprocesso importante na costrução do diálogo na busca de conquista para a categoria. “Na próxima terça-feira (22), estaremos novamente aqui na Saeb. Nosso papel enquanto lideranças é continuar persistentes e resistentes na luta” declarou Firmino.

Fonte: Sintest - Ba


Deixe seu comentario:


Todos os direitos reservados à FETRAB